Análise do líquido amniótico

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?

De relance

Por que fazer este exame?

Para detectar e diagnosticar determinados defeitos congênitos, doenças genéticas e anomalias cromossômicas em fetos, principalmente se os testes de triagem gestacional forem anormais; para avaliar a maturidade pulmonar fetal, para diagnóstico e monitoração de doença hemolítica em fetos.

Quando fazer este exame?

Entre 15 a 20 semanas de gestação para os testes para doenças genéticas, anomalias cromossômicas e defeitos do tubo neural; quando houver um aumento do risco de parto prematuro, após 32 semanas para avaliar a maturidade pulmonar fetal; quando houver suspeita de doença hemolítica no feto, aproximadamente a cada 14 dias.

Amostra:

Uma amostra de líquido amniótico obtida por amniocentese.

É necessária alguma preparação?

A paciente pode ser instruída a encher ou a esvaziar a bexiga antes da amniocentese.

A amostra

O que está sendo pesquisado?

O líquido amniótico circunda, protege e nutre o feto em crescimento durante a gestação. Permite que o bebê se mova com liberdade relativa, evita a compressão do cordão umbilical e mantém a temperatura estável. Contido no interior da bolsa amniótica, o líquido amniótico é claro a amarelo pálido e contém proteínas, nutrientes, hormônios e anticorpos. Ele começa a ser formado de uma a duas semanas após a concepção e aumenta de volume até alcançar cerca de 800 mL com 34 semanas de gestação. O líquido é absorvido e renovado continuamente.

O feto engole e inala o líquido amniótico, e libera urina nele. Células de várias partes do corpo e substâncias produzidas pelo feto estão presentes no líquido amniótico. Isso permite que ele seja colhido e testado para avaliar a saúde do feto.

A análise do líquido amniótico engloba uma variedade de exames. São feitos em uma amostra do líquido obtida através de um procedimento denominado amniocentese. A colheita é feita com 15 a 20 semanas de gestação para pesquisar algumas doenças congênitas e anomalias cromossômicas, como a síndrome de Down e defeitos do tubo neural. Pode ser realizada em qualquer momento após 32 semanas de gestação para avaliar a maturidade pulmonar fetal quando houver risco aumentado ou necessidade de um parto prematuro. Pode também ser feita quando há suspeita de uma incompatibilidade de grupo sanguíneo com a mãe e risco de doença hemolítica.

Para exames genéticos e análise cromossômica, as células fetais são cultivadas durante vários dias em laboratório e analisadas depois. Logo após a colheita podem ser realizados testes bioquímicos, como bilirrubina e alfa-fetoproteína, e certos tipos de testes genéticos.

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de líquido amniótico obtida usando um procedimento chamado amniocentese.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, and Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Dependendo da idade gestacional do feto, a gestante pode ser instruída a encher ou a esvaziar a bexiga antes da colheita.

O exame

Perguntas frequentes

Pergunte ao laboratório

Fontes do artigo

« Voltar para páginas relacionadas

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

(2010 June). Amniotic Fluid Abnormalities. March of Dimes [On-line information]. Available online at http://www.marchofdimes.com/professionals/14332_4536.asp through http://www.marchofdimes.com. Accessed July 2010.

 Vorvick, L. (2009 September 2). Amniocentesis. MedlinePlus Medical Encyclopedia [On-line information]. Available online at http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003921.htm. Accessed July 2010.

 Vorvick, L. (2009 September 2). Amniotic Fluid. MedlinePlus Medical Encyclopedia [On-line information]. Available online at http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/002220.htm. Accessed July 2010.

 Singh, D. et. al. (Updated 2010 April 9). Prenatal Diagnosis for Congenital Malformations and Genetic Disorders. eMedicine [On-line information]. Available online at http://emedicine.medscape.com/article/1200683-overview through http://emedicine.medscape.com. Accessed July 2010.

Hensley, J. et. al. (2010 January 26). A Curious Case of Anti-D Antibody Titer: Fetal Surveillance for RhD Alloimmunization. Medscape from J Midwifery Womens Health. 2009;54(6):497-502 [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/712668 through http://www.medscape.com. Accessed July 2010.

 Grenache, D. and Lehman, C. (Reviewed 2009 November). Fetal Lung Maturity - Neonatal Respiratory Distress Syndrome. ARUP Consult [On-line information]. Available online at http://www.arupconsult.com/Topics/FLM.html?client_ID=LTD# through http://www.arupconsult.com. Accessed July 2010.

 Mayo Clinic Staff (2010 May 15). Amniocentesis. MayoClinic.com [On-line information]. Available online at http://www.mayoclinic.com/health/amniocentesis/MY00155 through http://www.mayoclinic.com. Accessed July 2010.

 Ashwood, E. et. al. (Updated 2010 May). Prenatal Screening and Diagnosis. ARUP Consult [On-line information]. Available online at http://www.arupconsult.com/Topics/PrenatalScreenDx.html# through http://www.arupconsult.com. Accessed July 2010.

Dungan, J. and Elias, S. (Revised December 2008 ). Prenatal Genetic Counseling and Evaluation, Genetic Evaluation. Merck Manual for Healthcare Professionals [On-line information]. Available online at http://www.merck.com/mmpe/sec18/ch257/ch257b.html#sec18-ch257-ch257b-885 through http://www.acmg.net. Accessed July 2010.

 Driscoll, D. and Gross, S. (2008 January). First trimester diagnosis and screening for fetal aneuploidy. American College of Medical Genetics Practice Guidelines January 2008 V10(1) [On-line information]. Available online at http://www.acmg.net/AM/Template.cfm?Section=Search2&section=Practice_Guidelines1&template=/CM/ContentDisplay.cfm&ContentFileID=286 through http://www.acmg.net. Accessed July 2010.

 (2008 August). Amniocentesis. March of Dimes Quick Reference: Fact Sheets, [On-line information]. Available online at http://www.marchofdimes.com/professionals/14332_1164.asp through http://www.marchofdimes.com. Accessed July 2010.

 Pagana, K. D. & Pagana, T. J. (© 2007). Mosby's Diagnostic and Laboratory Test Reference 8th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO. Pp 54-59, 484.

 Henry's Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods. 21st ed. McPherson R, Pincus M, eds. Philadelphia, PA: Saunders Elsevier: 2007, Pp 373-376.

 (January 10, 2008) CDC. Toxoplasmosis: Health care providers. Available online at http://www.cdc.gov/toxoplasmosis/hcp.html through http://www.cdc.gov. Accessed October 2010.

Nemours Foundation. Cytomegalovirus, Diagnosis and Treatment. Available online at http://kidshealth.org/parent/infections/bacterial_viral/cytomegalovirus.html#a_Diagnosis_and_Treatment through http://kidshealth.org. Accessed October 2010.

(May 2009) March of Dimes. Cytomegalovirus infection in pregnancy. Available online at http://www.marchofdimes.com/professionals/14332_1195.asp through http://www.marchofdimes.com. Accessed October 2010.

 (April 2007) March of Dimes. Fifth Disease in Pregnancy. Available online at http://www.marchofdimes.com/professionals/14332_25586.asp through http://www.marchofdimes.com. Accessed October 2010.