Cálcio

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?
Também chamado: Cálcio total; Cálcio ionizado
Nome formal: Cálcio

De relance

Por que fazer este exame?

Para determinar se os níveis de cálcio no sangue estão dentro dos limites normais.

Quando fazer este exame?

Como parte de um painel metabólico de rotina, quando você apresenta uma doença dos rins, ossos ou nervos, ou quando existem sintomas de concentrações de cálcio significativamente aumentadas ou diminuídas.

Amostra:

Uma amostra de sangue retirada de uma veia do braço. Algumas vezes, coleta-se urina em um tempo determinado, como uma amostra de urina de 24 horas.

É necessária alguma preparação?

Atualmente não se exige jejum ou qualquer outra preparação para o teste.

A amostra

O que está sendo pesquisado?

Esse teste mede a quantidade de cálcio no sangue ou urina. O cálcio é um dos minerais mais importantes no corpo. É essencial para o funcionamento adequado dos músculos, nervos e coração e é necessário para a coagulação do sangue e formação dos ossos. Cerca de 99% do cálcio são encontrados nos ossos, enquanto que o restante 1% circula no sangue. Aproximadamente metade do cálcio no sangue está “livre” e é metabolicamente ativo. A outra metade está “ligada” à albumina e a outros compostos e é metabolicamente inativa.

Há dois exames para medir o cálcio no sangue. O teste cálcio total mede ambas as formas livre e ligada. O teste cálcio ionizado mede apenas a forma livre, metabolicamente ativa.

Diariamente, perde-se uma pequena quantidade de cálcio do organismo, filtrado do sangue pelos rins e excretado na urina. A medição da quantidade de cálcio na urina é utilizada para determinar o quanto de cálcio está sendo eliminado pelos rins.

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de sangue é retirada com uma agulha em uma veia do braço. Se for necessária a coleta de urina, obtém-se uma amostra de urina de 24 horas ou uma coleta com tempo determinado.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, and Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Atualmente não se exige jejum ou qualquer outra preparação para o teste.

O exame

Perguntas frequentes

Pergunte ao laboratório

* indica um campo necessário



Por favor, indique se você é:   
  
  



Você deve fornecer um endereço de e-mail válido para receber uma resposta.



| |

Fontes do artigo

« Voltar para páginas relacionadas

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

S1
Stephen E. Kahn, PhD, DABCC. Professor, Pathology, Cell Biology, Neurobiology and Anatomy; Associate Director, Clinical Laboratories; Section Chief, Chemistry, Toxicology and Near Patient Testing; Loyola University Medical Center, Maywood, IL.

S2
Mary F. Burritt, PhD. Professor of Laboratory Medicine, Division of Clinical Biochemistry/Immunology, Mayo Clinic, Rochester, MN.

S3
Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (© 2007). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 8th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO., Pp 222-225.

S4
Clarke, W. and Dufour, D. R., Editors (2006). Contemporary Practice in Clinical Chemistry, AACC Press, Washington, DC. Winter, w. and Harris, N. Chapter 34: Calcium Biology and Disorders, pp 387-397.

S5
Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

S6
Clinical Chemistry: Principles, Procedures, Correlations. Bishop M, Fody E, Schoeff L, eds. 5th ed. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins; 2004.

S7
Clinical Chemistry: Theory, Analysis, and Correlations. Kaplan L, Pesce A, Kazmierczak, eds. 4th ed. St. Louis: The C. V. Mosby Company; 2002.

S8
A Manual of Laboratory & Diagnostic Tests (seventh edition). Fischbach F, Dunning M, editor. Philadelphia: Lippincott Williams & Wilkins, 2003.

S9
Tietz Textbook of Clinical Chemistry and Molecular Diagnostics. Burtis C, Ashwood E, Bruns D, eds. St. Louis: Elsevier Inc., 2006.

S10
ACP Medicine: VI Diseases of Calcium Metabolism and Metabolic Bone Disease. Holt E, Inzucchi S. American College of Physicians, Aug 2005. (On line reference, accessed July 2007) Available FTP: http://www.acpmedicine.com