CD4 e CD8, contagem de linfócitos

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?
Nome formal: Contagem de linfócitos CD4, contagem de linfócitos CD8, relação CD4/CD8
Exames relacionados: anticorpos anti-HIV; antígeno p24t; carga viral do HIV; teste de resistência genotípica do HIV; teste de resistência fenotípica do HIV.

De relance

Por que fazer este exame?

Em geral, esse exame é usado para avaliar a função do sistema imunológico em pessoas com diagnóstico de infecção pelo HIV . Ocasionalmente pode ser usado com outros problemas (veja perguntas frequentes 4).

Quando fazer este exame?

O exame é feito logo após o diagnóstico de infecção pelo HIV, para avaliar o estado basal do sistema imunológico, entre duas a quatro semanas após o início do tratamento antiviral e depois a cada três a quatro meses.

Amostra:

Uma amostra de sangue obtida de uma veia do braço.

É necessária alguma preparação?

Nenhuma

A amostra

O que está sendo pesquisado?

O exame determina a quantidade no sangue de linfócitos com marcadores de superfície chamados CD4 e CD8. São tipos de leucócitos que têm funções importantes no sistema imunológico. Formam-se no timo, nos linfonodos e no baço e circulam na corrente sanguínea.

Os linfócitos CD4 são também chamados linfócitos “helper” ou auxiliares. Têm um papel importante na identificação, no ataque e na destruição de bactérias, fungos e vírus que invadem o corpo. Os linfócitos CD4 são o principal alvo do HIV. Ele se liga à superfície dessas células e as penetra e/ou se replica (produz cópias de si mesmo) imediatamente, destruindo-as, ou permanece em repouso, adiando a replicação. O número de linfócitos CD4 circulantes diminui com o aumento da infecção. Essa diminuição progressiva pode durar anos até o aparecimento dos sintomas associados à AIDS. O tratamento reduz a quantidade de vírus no corpo e retarda a queda dos linfócitos CD4.

Os linfócitos CD8, também chamados supressores ou citotóxicos, participam da identificação e da destruição de células infectadas por vírus ou afetadas por câncer. Produzem substâncias que dificultam a replicação do HIV.

Esses exames determinam a quantidade de linfócitos CD4 e CD8 no sangue, para avaliar o estado do sistema imunológico em pessoas infectadas pelo HIV. Em geral, são feitos em conjunto com a carga viral do HIV. Com o progresso da doença, o número de linfócitos CD4 diminui. Essa diminuição pode ser expressa em números absolutos ou em relação ao total de linfócitos, como uma percentagem, ou como uma relação entre linfócitos CD4 e CD8.

A contagem de linfócitos CD4 e CD8 é usada com maior frequência para monitorar o progresso da infecção pelo HIV, mas pode ser usada em outras ocasiões, como em linfomas e transplantes de órgãos. Veja Perguntas frequentes 4)

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de sangue é obtida inserindo uma agulha em uma veia do braço.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, and Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Nenhuma preparação é necessária.

O exame

Perguntas frequentes

Pergunte ao laboratório

* indica um campo necessário



Por favor, indique se você é:   
  
  



Você deve fornecer um endereço de e-mail válido para receber uma resposta.



| |

Fontes do artigo

« Voltar para páginas relacionadas

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

Fontes usadas na revisão atual

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (© 2007). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 8th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO. Pp 535-538.

Clarke, W. and Dufour, D. R., Editors (2006). Contemporary Practice in Clinical Chemistry, AACC Press, Washington, DC. Pp 487-490.

Bennett, N. and Rose, F. (2008 October 22, Updated). HIV Disease. eMedicine [On-line information]. Available online at http://www.emedicine.com/med/TOPIC24.HTM through http://www.emedicine.com. Accessed on 10/26/08.

Mayo Clinic Staff (2008 August 9). MayoClinic HIV/AIDS. MayoClinic.com [On-line information]. Available online at http://www.mayoclinic.com/health/hiv-aids/DS00005 through http://www.mayoclinic.com. Accessed on 10/30/08.

(2005 November, Revised). Human Immunodeficiency Virus (HIV) Introduction. Merck Manual for Healthcare Professionals [On-line information]. Available online at http://www.merck.com/mmpe/sec14/ch192/ch192a.html?qt=HIV&alt=sh through http://www.merck.com. Accessed on 10/30/08.

(2008 September, Reviewed). Human Immunodeficiency Virus – HIV. ARUP Consult [On-line information]. Available online at http://www.arupconsult.com/Topics/InfectiousDz/Viruses/HIV.html through http://www.arupconsult.com. Accessed on 10/30/08.

(2006 September 22). Revised Recommendations for HIV Testing of Adults, Adolescents, and Pregnant Women in Health-Care Settings. CDC MMWR 55(RR14);1-17 [On-line information]. Available online at http://www.cdc.gov/mmwr/preview/mmwrhtml/rr5514a1.htm through http://www.cdc.gov/mmwr. Accessed on 11/1/08.

(2008 September 26). CD4 Monitoring of HIV Patients a Cost-Saving Strategy in Poor Countries. Medscape from Reuters Health Information [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/581174 through http://www.medscape.com. Accessed on 10/26/08.

Moing, V. et. al. (2007 May 22). From HIV Medicine Long-term Evolution of CD4 Count in Patients With a Plasma HIV RNA Persistently <500 copies/mL During Treatment With Antiretroviral Drugs. Medscape from HIV Medicine [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/556494 through http://www.medscape.com. Accessed on 11/1/08.

Moore, D.M. et. al. (2006 September 13). CD4 Percentage is an Independent Predictor of Survival in Patients Starting Antiretroviral Therapy with Absolute CD4 Cell Counts Between 200 and 350 Cells/UL. Medscape from HIV Medicine [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/543496 through http://www.medscape.com. Accessed on 11/1/08.

Baker, J. et. al. (2008 July 18). CD4+ Count and Risk of Non-AIDS Diseases Following Initial Treatment for HIV Infection. Medscape from AIDS 2008;22(7): 841-848. [On-line information]. Available online at http://www.medscape.com/viewarticle/575829 through http://www.medscape.com. Accessed on 11/1/08.

Henry’s Clinical Diagnosis and Management by Laboratory Methods. 21st ed. McPherson R, Pincus M, eds. Philadelphia, PA: Saunders Elsevier: 2007. Pp 317, 600-604, 820 and 1923.

(Updated November 13, 2008) National Institute of Allergy and Infectious Diseases. Understanding How HIV Causes AIDS. Available online at http://www3.niaid.nih.gov/topics/HIVAIDS/Understanding/howhiv.htm through http://www3.niaid.nih.gov. Accessed February 2008.

LabCorp CD4:CD8 Ratio Profile. Available online through https://www.labcorp.com. Accessed February 2009.

ARUP Consult. Leukemia and Lymphoma Phenotyping. Available online at http://www.arupconsult.com/Topics/OncologicDz/Lymphomas/LeukemiaLymphomaPhenotyping.html# through http://www.arupconsult.com. Accessed March 2009.

(August 9, 2007) MayoClinic.com. DiGeorge Syndrome. Available onlien at http://www.mayoclinic.com/health/digeorge-syndrome/DS00998 through http://www.mayoclinic.com. Accessed March 2009.

Fontes usadas em revisões anteriores

Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

Janice K. Pinson MT, MBA. Molecular Business Strategies, Birmingham, MI.