Fibrinogênio

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?
Também chamado: Fibrinogênio
Nome formal: Fibrinogênio

De relance

Por que fazer este exame?

Como parte da investigação de um distúrbio hemorrágico. Algumas vezes é usado como parte da avaliação de risco coronariano.

Quando fazer este exame?

Após episódios de sangramento; quando há alteração do tempo de protrombina ou do tempo de tromboplastina parcial (TTP); como parte da avaliação de risco coronariano.

Amostra:

Sangue colhido de uma veia do braço.

É necessária alguma preparação?

Nenhuma

A amostra

O que está sendo pesquisado?

O fibrinogênio é um fator da coagulação (fator I), uma proteína necessária para a formação do coágulo. É produzido no fígado e liberado na circulação junto com outros fatores. É desencadeado quando há lesão de um vaso sanguíneo, processo chamado hemostasia, que contém o sangramento. Pequenos fragmentos de células (plaquetas) aderem ao local da lesão e se agregam formando um tampão. Ao mesmo tempo, é iniciada a coagulação, com ativação sucessiva de diversos fatores da coagulação (cascata da coagulação) No final do processo, o fibrinogênio, uma proteína solúvel, é convertido em filamentos insolúveis de fibrina, que reforçam o coágulo plaquetário e formam um coágulo estável que evita perda adicional de sangue e permanece no local até ocorrer a cicatrização dos tecidos.

Para que a hemostasia ocorra de modo adequado, é necessário que haja plaquetas e fatores da coagulação em quantidades adequadas. A dosagem de fibrinogênio é um dos exames que avalia a hemostasia. Existem vários métodos, que podem ser classificados em dois grupos principais:

  • Métodos baseados em coagulação. Usados com maior frequência, são variantes do tempo de trombina ou do tempo de protrombina otimizadas para serem mais sensíveis a variações da quantidade de fibrinogênio. Nesses exames, a quantidade de fibrinogênio está relacionada inversamente com o tempo de coagulação no sistema usado.
  • Métodos imunológicos, em que são medidos componentes antigênicos da molécula de fibrinogênio usando anticorpos específicos. Desses métodos, são utilizados com mais frequência turbidimetria, nefelometria e ELISA.

É possível que os resultados dos dois grupos de métodos sejam diferentes em algumas circunstâncias. Os imunológicos podem incluir na avaliação parte do fibrinogênio que não está disponível para a coagulação, na presença de inibidores ou de variantes genéticas da molécula de fibrinogênio.

O fibrinogênio é uma proteína de fase aguda. Seus níveis sanguíneos se elevam sempre que há inflamação de tecidos. Como outras proteínas desse grupo, ele é usado para avaliar a intensidade de um processo inflamatório.

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de sangue é colhida inserindo uma agulha em uma veia do braço.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, and Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Nenhuma preparação é necessária.

O exame

Perguntas frequentes

Pergunte ao laboratório

* indica um campo necessário



Por favor, indique se você é:   
  
  



Você deve fornecer um endereço de e-mail válido para receber uma resposta.



| |

Fontes do artigo

« Voltar para páginas relacionadas

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

S1
Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

S2
Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO. Pp 421-422

S3
Coagulation Test Panels [9 paragraphs]. Clinical and Research Laboratories, Florida Hospital Cancer Institute [On-line information]. Available FTP: http://www.fhci-labs.com/researchlabs/clinicallabs/hemostasisandthrombosis/panels.htm

S4
Elstrom, R. (2001 November 25, Updated). Fibrinogen [11 paragraphs]. MEDLINEplus Health Information, Medical Encyclopedia [On-line information]. Available FTP: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003650.htm

S5
Laposata, M. & Vancott, E. (2000 January). How to work up hypercoagulability [6 paragraphs]. CAP In the News [On-line Coagulation Case Study]. Available FTP: http://www.cap.org/CAPToday/casestudy/coag5.html

S6
Bleeding Disorders [75 paragraphs]. The Merck Manual of Medical Information-Home Edition, Section 14. Blood Disorders, Chapter 155 [On-line information]. Available FTP: http://www.merck.com/mrkshared/mmanual_home/sec14/155.jsp

S7
Venomous Bites and Stings [50 paragraphs]. The Merck Manual of Medical Information-Home Edition, Section 24. Accidents and Injuries, Chapter 287 [On-line information]. Available FTP: http://www.merck.com/mrkshared/mmanual_home/sec24/287.jsp

S8
Joist, (2000 April 19, Revised 4/19/00). What I Need to Know About Thrombophilia [30 paragraphs]. Saint Louis University, Coagulation Consultants [On-line information]. Available FTP: http://www.slucare.edu/clinical/pathlab/coagulation/thrombophilia.shtml

S9
Menta, S. (1999 Spring). The Coagulation Cascade [148 paragraphs]. Physiology Disorders Evaluation, College of Medicine, Univ of Florida [On-line information]. Available FTP: http://www.medinfo.ufl.edu/year2/coag/title.html

S10
Elstrom, R. (2001 October 21, Updated). Bleeding disorders [10 paragraphs]. MEDLINEplus Health Information, Medical Encyclopedia [On-line information]. Available FTP: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/001304.htm

S11
Elstrom, R. (2001 October 19, Updated). DIC (disseminated intravascular coagulation) [10 paragraphs]. MEDLINEplus Health Information, Medical Encyclopedia [On-line information]. Available FTP: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/000573.htm