Insulina

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?
Nome formal: Insulina
Exames relacionados: Peptídeo C, Glicose, Curva glicêmica

De relance

Por que fazer este exame?

Para avaliar a produção de insulina, diagnosticar insulinoma, e determinar a causa de hipoglicemia

Quando fazer este exame?

Quando há hipoglicemia documentada, quando há sintomas sugestivos de liberação ou utilização inadequada da insulina pelo corpo, para monitorar a produção de insulina em diabéticos e, algumas vezes, para documentar resistência à insulina

Amostra:

Uma amostra de sangue de uma veia do braço.

É necessária alguma preparação?

Pode haver necessidade de 8 horas de jejum antes da colheita. Às vezes, em outros momentos, como durante um teste de tolerância à glicose (curva glicêmica). Em alguns casos, o médico pode exigir um jejum mais longo.

A amostra

O que está sendo pesquisado?

Esse exame mede a quantidade de insulina no sangue. A insulina é um hormônio produzido e armazenado nas células beta do pâncreas. É vital para transporte e armazenamento da glicose nas células, regula o nível sanguíneo de glicose e controla o metabolismo de lipídios.

Quando os níveis sanguíneos de glicose se elevam após uma refeição, a insulina é liberada permitindo que a glicose entre nas células, em especial musculares e adiposas (de gordura), onde é usada para a produção de energia. A insulina comanda o armazenamento da glicose em excesso no fígado como glicogênio, para uso a curto prazo, e no tecido adiposo, como ácidos graxos. Os ácidos graxos são usados para a síntese de triglicerídeos, uma forma mais concentrada de reserva de energia para uso a longo prazo.

Sem a insulina, a glicose não atinge a maioria das células do corpo. As células ficam sem fonte de energia e os níveis sanguíneos de glicose se elevam. Isso causa alterações do metabolismo que resultam em diversos distúrbios, incluindo doença renal, doença cardiovascular e problemas neurológicos e visuais. Assim, o diabetes, uma doença associada a diminuição da função da insulina, pode causar problemas que envolvem risco de vida.  

Pessoas com diabetes do tipo 1 produzem muito pouca insulina e precisam de tratamento de reposição de insulina. O diabetes do tipo 2 em geral está relacionado a resistência à insulina, que aumenta com o tempo. Pessoas com diabetes do tipo 2 podem ser tratadas no início apenas com modificações de estilo de vida, como dieta e exercícios. Mais tarde, podem precisar de medicamentos orais que aumentam a sensibilidade do corpo à insulina ou que estimulam a produção de insulina. Com a evolução, podem precisar de injeções de insulina para manter os níveis sanguíneos de glicose normais.

A resistência à insulina pode também ser observada em pessoas com síndrome do ovário policístico, pré-diabetes, doença cardíaca, síndrome metabólica e distúrbios da hipófise e das glândulas suprarrenais.

A insulina e a glicose devem estar em equilíbrio. Hiperinsulinemia é um excesso de insulina no sangue. É observada na resistência à insulina, em insulinomas ou injeção excessiva de insulina. A hiperinsulinemia provoca diminuição da gligose sanguínea (hipoglicemia), que causa sudorese, palpitações, fome excessiva, confusão, visão embaçada, tonteiras, desmaios e convulsões. Como o cérebro depende totalmente da glicose como fonte de energia, a privação de glicose devida a hiperinsulinemia pode causar rapidamente choque insulínico e morte.

Como a amostra é obtida para o exame?

Uma amostra de sangue é obtida inserindo uma agulha em uma veia do braço.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, and Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Em geral é necessário jejum de 8 horas antes da colheita de sangue, mas seu médico pode pedir o exame em outros momentos, como durante um teste de tolerância à glicose (curva glicêmica). Em alguns casos, o médico pode exigir um jejum mais longo.

O exame

Perguntas frequentes

Pergunte ao laboratório

* indica um campo necessário



Por favor, indique se você é:   
  
  



Você deve fornecer um endereço de e-mail válido para receber uma resposta.



| |

Fontes do artigo

« Voltar para páginas relacionadas

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

S1
Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

S2
Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

S3
MedlinePlus (2002 April 03, Updated). Insulin (Systemic) [66 paragraphs]. MedlinePlus Health Information [On-line information]. Available FTP: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/druginfo/uspdi/203298.html

S4
Hirsch, I. (1999 November 15). Type 1 Diabetes Mellitus and the Use of Flexible Insulin Regimens [42 paragraphs]. American Family Physician (AAFP) [On-line Journal]. Available FTP: http://www.aafp.org/afp/991115ap/2343.html

S5
ARUP. Insulin, Free and Total [5 paragraphs]. ARUP's Guide to Clinical Laboratory Testing (CLT) [On-line information]. Available FTP: http://www.arup-lab.com/guides/clt/tests/clt_a19b.htm#1837257

S6
Sapin, R., et. al (2001). Elecsys Insulin Assay: Free Insulin Determination and the Absence of Cross-Reactivity with Insulin Lispro [15 paragraphs]. Clinical Chemistry [On-line Journal] (47) 602-605. Available E-mail: sapin@ipb.u-strasbg.fr

S7
CSU (1999 June 15, Updated). Physiologic Effects of Insulin [15 paragraphs]. Colorado State University, Pathophysiology of the Endocrine System [On-line Biomedical Hypertextbook]. Available online

S8
CSU (1999 June 15, Updated). Glucagon [12 paragraphs]. Colorado State University, Pathophysiology of the Endocrine System [On-line Biomedical Hypertextbook]. Available online

S9
Fish, ,S., Updated (2002 February 18, Updated). Insulin test [12 paragraphs]. Medlineplus Encyclopedia [On-line information]. Available FTP: http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003700.htm

S10
CSU (1999 June 15, Updated). Insulin Synthesis and Secretion [12 paragraphs]. Colorado State University, Pathophysiology of the Endocrine System [On-line Biomedical Hypertextbook]. Available online

S11
Bruno Geloneze, Marcos A. Tambascia, José C. Pareja, Enrico M. Repetto and Luis A. Magna. The Insulin Tolerance Test in Morbidly Obese Patients Undergoing Bariatric Surgery. Obesity Research 9:763-769 (2001). Available FTP: http://www.obesityresearch.org/cgi/content/full/9/12/763

S12
Kolodziejczyk B, Duleba AJ, Spaczynski RZ, et al. Metformin Therapy Decreases Hyperandrogenism and Hyperinsulinemia in Women With Polycystic Ovary Syndrome. Fertil Steril. 2000 Jun;73(6):1149-1154.