Doenças renais

Compartilhe esta página
Imprimir este artigo
Esta página foi útil?

Doenças e estados clínicos que afetam os rins

Doenças renais são a nona principal causa de morte nos EUA. Diabetes e hipertensão arterial aumentam o risco de doença renal e são as causas mais comuns de insuficiência renal. Qualquer doença que afete os vasos sanguíneos, incluindo diabetes, hipertensão arterial e aterosclerose, pode afetar a função renal. Doenças e infecções em outras partes do corpo também apresentam risco de provocar um distúrbio renal. Como lesões renais podem causar risco de vida, qualquer doença ou distúrbio que tem possibilidade de afetar o rim merece atenção imediata. Doenças renais com frequência não causam sintomas até provocarem lesões avançadas, e podem evoluir para insuficiência renal, que é fatal a não ser que o paciente seja submetido a diálise ou a um transplante de rim. Existem mais de 100 distúrbios ou doenças que causam lesão renal progressiva. Alguns dos mais comuns são descritos abaixo, assim como sinais de aviso que não devem ser ignorados.

Obstrução
Bloqueios do trato urinário por cálculos, tumores, útero aumentado na gravidez ou aumento da próstata, com acúmulo de urina, facilitam infecções ou causam lesão direta dos rins. Os cálculos renais em geral causam dor. Outras obstruções podem não provocar sintomas ou não ser detectadas apenas por exames de sangue ou de urina anormais ou por exames de imagem.

Infecção
Infecções do trato urinário, como cistite (infecção da bexiga), podem se estender para os rins. Os sintomas incluem febre, micção (ato de urinar) frequente, urgência urinária e dor e queimação durante a micção. É comum a sensação de dor ou de pressão no abdome inferior ou nas costas. Algumas vezes, a urina apresenta mau cheiro ou sangue. Pielonefrite é uma infecção do tecido renal, em geral resultado da extensão de uma infecção urinária baixa. Infecções em outros lugares do corpo, como as estreptocócicas, impetigo ou endocardite bacteriana, também podem causar problemas renais.

Doenças glomerulares
Doenças glomerulares são as que atingem as unidades de filtração dos rins. A filtração constante do sangue ocorre em glomérulos, grupos de capilares envolvidos por um túbulo que recebe o filtrado. O conjunto do glomérulo com o túbulo correspondente chama-se néfron.

As doenças glomerulares são a principal causa de insuficiência renal crônica. Existem muitas causas, incluindo diabetes, hipertensão arterial e reações imunológicas anormais. As reações imunológicas a infecções podem atacar também os glomérulos. Infecções bacterianas, como estreptococcias da garganta ou da pele (impetigo), endocardites e viroses, como HIV, podem provocar esse tipo de reação. Distúrbios autoimunes como o lúpus eritematoso sistêmico e a síndrome de Goodpasture, também podem causar lesão glomerular.

Na glomerulonefrite, também chamada nefrite ou síndrome nefrítica, há inflamação dos glomérulos. Com a filtração sanguínea prejudicada, o fluxo de urina diminui, água e resíduos se acumulam no sangue, e aparece sangue na urina. Como as hemácias se rompem na urina, com frequência ela apresenta cor castanha, e não vermelha. A água em excesso se acumula nos tecidos, causando edema. A evolução varia entre cura espontânea, redução permanente da função renal e insuficiência renal crônica.

Na síndrome nefrótica, há aumento da permeabilidade dos glomérulos com eliminação de grandes quantidades de proteínas, especialmente albumina. A diminuição da albumina no sangue reduz a capacidade dos vasos sanguíneos reterem água, que se acumula nos tecidos (edema). Muitas doenças podem causar síndrome nefrótica. Complicações comuns são tromboses venosas e hipercolesterolemia. A síndrome nefrótica em crianças em geral responde bem ao tratamento, mas alguns casos mostram lesão renal permanente.

Outros fatores
Qualquer situação em que haja grande perda de sangue ou redução do fluxo sanguíneo para os rins prejudica a função renal. Desidratação grave, cirurgias cardíacas ou da aorta, insuficiência cardíaca ou infecções graves podem causar problemas renais agudos. Em geral, a lesão é reversível, mas há possibilidade de ser permanente, especialmente com infecção grave e choque.

Alguns medicamentos têm efeitos tóxicos sobre os rins. Anti-inflamatórios não esteroides, como o ibuprofeno, contrastes radiológicos, inibidores da enzima conversora da angiotensina, alguns antibióticos e outras substâncias podem causar lesão renal, incluindo insuficiência renal aguda, que exige tratamento urgente para evitar a morte.

Neoplasias do sistema urinário são menos comuns que em outras partes do corpo. O câncer renal tem dois tipos principais. O tumor de Wilms ocorre em crianças pequenas e é detectado como uma massa abdominal firme. O carcinoma renal ocorre em adultos de meia-idade ou idosos, e é diagnosticado, em geral, a partir de um sangramento urinário ou de disseminação para outros órgãos. Neoplasias da bexiga são mais comuns e, em geral, se apresentam como um sangramento urinário sem outros sintomas. Em muitos casos, são detectados em uma urinálise de rotina. Como é possível controlar o câncer de bexiga no início, qualquer sangramento urinário em adultos deve ser investigado por um médico.

« Anterior | Seguinte »