Também conhecido como
HDL
Colesterol HDL
Nome formal
HDL Colesterol
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em
22 de Maio de 2018.
De relance
Por que fazer este exame?

Para avaliar o risco de doença cardíaca.

Quando fazer este exame?

Como parte de um exame de saúde de rotina, com a dosagem de colesterol ou um perfil lipídico; pelo menos uma vez a cada 5 anos em adultos.

Amostra:

Uma amostra de sangue obtida de uma veia do braço ou de um picada em um dedo.

É necessária alguma preparação?

Como o exame é, em geral, feito como parte de um perfil lipídico, é necessário jejum de 9 a 12 horas antes da colheita. Só é permitida a ingestão de água.

O que está sendo pesquisado?

O colesterol HDL é a fração do colesterol ligada a lipoproteínas de alta densidade (em inglês, HDL – high density lipoproteins), um dos tipos de proteínas transportadoras do colesterol no sangue. As HDL, formadas por proteína e uma pequena quantidade de colesterol, são consideradas benéficas porque removem o colesterol dos tecidos e o transportam para ser metabolizado no fígado. Por isso, o colesterol HDL é chamado, com frequência, o colesterol “bom”. O exame mede a quantidade de colesterol HDL no sangue.

Mostrou-se que níveis altos de colesterol estão associados a endurecimento das artérias (aterosclerose) e doença cardíaca. Quando os níveis de colesterol no sangue aumentam (uma quantidade menor é removida pelas HDL), ele pode se depositar nas paredes dos vasos sanguíneos. Esse depósitos, chamados placas, podem aumentar, tornando as paredes dos vasos mais rígidas e estreitando-os, o que dificulta a passagem do sangue.

Níveis altos de colesterol HDL podem diminuir o risco de desenvolvimento de placas, facilitando a remoção do colesterol do sangue.

Como a amostra é obtida para o exame?

O exame do colesterol HDL usa uma amostra de sangue. Em geral, esta é colhida de uma veia do antebraço. Algumas vezes, o colesterol HDL é medido usando uma gota de sangue obtida da punção de um dedo. Este tipo de amostra é utilizado quando a medida é feita por aparelhos portáteis, como, por exemplo, em uma feira de saúde.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, e Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Como o exame é, em geral feito, como parte de um perfil lipídico, é necessário jejum de 9 a 12 horas antes da colheita. Só é permitida a ingestão de água.
Accordion Title
Perguntas frequentes
  • Como o exame é usado?

    O exame do colesterol HDL é usado com outros exames de lipídios para pesquisar níveis nocivos de lipídios e avaliar o risco de doença cardíaca.

    Os níveis de colesterol HDL podem também ser monitorados regularmente pelo médico se exames anteriores mostraram risco aumentado de doença cardíaca ou se a pessoa teve um infarto do miocárdio ou está em tratamento por causa de níveis altos de colesterol.

  • Quando o exame é pedido?

    O colesterol HDL pode ser pedido como acompanhamento após um resultado alto de colesterol. Em geral isso é feito com outros exames relacionados, incluindo colesterol, colesterol LDL, e triglicerídeos, como parte de um perfil lipídico durante uma revisão de saúde de rotina. É recomendado o exame de todos os adultos pelo menos uma vez a cada cinco anos.

    O colesterol HDL, como parte do perfil lipídico, pode ser pedido com maior frequência em pessoas com fatores de risco de doença cardíaca. Fatores de risco importantes incluem:

    • Fumo.
    • Idade (homens com 45 anos de idade ou mais e mulheres com 55 anos de idade ou mais).
    • Hipertensão arterial (pressão arterial acima de 140/90 ou mais, ou pessoa em uso de medicamentos anti-hipertensivos).
    • História familiar de doença cardíaca prematura (doença cardíaca em parentes próximos – homens com menos de 55 anos de idade e mulheres com menos de 65 anos de idade).
    • Doença cardíaca preexistente ou infarto do miocárdio no passado.
    • Diabetes melito.

    Normalmente, os exames de lipídios não são pedidos para crianças e adolescentes com risco baixo. Entretanto, é recomendado um perfil lipídico de crianças e jovens que apresentam risco aumentado de desenvolver doença cardíaca na idade adulta. Alguns desses fatores de risco são semelhantes aos de adultos e incluem história familiar de doença cardíaca ou problemas de saúde como diabetes, hipertensão arterial ou obesidade. Crianças com alto risco devem fazer seu primeiro perfil lipídico com 2 a 10 anos de idade, de acordo com a American Academy of Pediatrics, dos EUA. Crianças com menos de dois anos de idade são muito jovens para serem testadas.

    Os níveis de colesterol HDL podem também ser pedidos em intervalos regulares para avaliar o resultado de mudanças de estilo de vida, como dieta, exercícios ou suspensão do fumo visando aumentar esses níveis.

  • O que significa o resultado do exame?

    Para adultos:

    • Se o colesterol HDL for menor que 40 mg/dL, em homens, e 50 mg/dL, em mulheres, há um risco aumentado de doença cardíaca independente de outros fatores de risco, incluindo o nível de colesterol LDL.
    • Um nível de colesterol HDL de 40-50 mg/dL, em homens, e de 50-59 mg/dL, em mulheres, está associado a um risco médio de doença cardíaca.
    • Com base em estudos epidemiológicos, níveis de colesterol HDL de 60 mg/dL ou mais estão associados a um risco menor que a média para desenvolver doença cardíaca. As recomendações de tratamento de adultos do National Cholesterol Education Panel, dos EUA, sugerem que um valor de colesterol HDL maior que 60 mg/dL é protetor e deve ser considerado um fator de risco negativo. Entretanto, alguns estudos recentes sugerem que o colesterol HDL nem sempre é protetor (veja Perguntas frequentes 2).

    As categorias de risco de crianças e adolescentes são diferentes das de adultos. Converse com o pediatra sobre os resultados de seus filhos.

    Alguns laboratórios relatam uma relação entre o colesterol total e o colesterol HDL. A relação é obtida pela divisão do colesterol total pelo colesterol HDL. Por exemplo, se uma pessoa tem 200 mg/dL de colesterol total e 50 mg/dL de colesterol HDL, a relação é 4 (ou 4:1). A relação desejável é abaixo de 5 (5:1); a ideal é 3,5 (3,5:1). A American Heart Association, dos EUA, recomenda que sejam usados os números absolutos do colesterol e do colesterol HDL porque são mais úteis para avaliar o tratamento adequado dos pacientes.

    O colesterol HDL deve ser interpretado em conjunto com os outros dados do perfil lipídico e em consulta com o médico.

  • Há mais alguma coisa que eu devo saber?

    O perfil lipídico exige um jejum de 9-12 horas. Se a colheita for feita em uma pessoa que não está em jejum, apenas os valores do colesterol HDL e do colesterol total podem ser usados para avaliação de risco.

    O colesterol HDL deve ser medido quando a pessoa não está doente. Os níveis diminuem temporariamente durante doenças agudas, logo após um infarto do miocárdio, ou durante situação de estresse (como cirurgia ou acidente). Deve-se esperar pelo menos seis semanas após qualquer doença para medi-lo.

    O colesterol HDL pode se alterar durante a gravidez. Deve-se esperar pelo menos seis semanas após o parto para medi-lo.

  • Que tratamentos são recomendados para níveis baixos de colesterol HDL?

    Níveis baixos de colesterol HDL em geral não são tratados com medicamentos. Alguns remédios usados para diminuir os níveis de colesterol LDL podem aumentar os de HDL, mas não costumam ser prescritos com base nos resultados de colesterol HDL. Entretanto, são recomendadas mudanças de estilo de vida para elevar o colesterol HDL. Parar de fumar é uma boa indicação porque o fumo pode diminuir os níveis. Outra recomendação é praticar exercícios. Foi relatado que o consumo de álcool com moderação (uma a duas doses por dia) aumenta o HDL, mas há controvérsias sobre esse benefício. Muitos médicos não recomendam ingerir mais álcool para elevar o HDL.

  • Meu colesterol HDL está alto. Isso é um problema?

    Em geral, níveis altos de colesterol HDL são considerados protetores, diminuindo o risco de doença arterial coronariana na maioria das pessoas. Entretanto, alguns estudos recentes mostraram que o colesterol HDL pode não ser benéfico para algumas pessoas com níveis altos e, na realidade, aumentar o risco de doença arterial coronariana. Um estudo mostrou que pessoas com doença arterial coronariana e colesterol HDL alto tinham anormalidades genéticas de proteínas importantes para o metabolismo de lipídios (proteína de transferência de colesteril éster e triglicerídeo lipase hepática). Outro estudo mostrou que níveis altos de partículas de HDL muito grandes estavam associados a aumento do risco de doença arterial coronariana. São necessárias mais pesquisas para esclarecer o que contribui para o aumento do risco de doença arterial coronariana em pessoas com níveis altos de colesterol HDL.

Fontes do artigo

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

 

Fontes usadas na revisão atual

National Heart, Lung, Blood Institute. National Cholesterol Education Program Guidelines, Cholesterol, ATP III. Pp 31-34. PDF available for download at http://www.nhlbi.nih.gov/guidelines/cholesterol/atp3full.pdf through http://www.nhlbi.nih.gov. Accessed July 2008.

Pagana K, Pagana T. Mosby's Manual of Diagnostic and Laboratory Tests. 3rd Edition, St. Louis: Mosby Elsevier; 2006. pp 351-355.

MayoClinic.com. Cholesterol Levels, What numbers should you aim for? (June 21, 2008). Available online at http://www.mayoclinic.com/health/cholesterol-levels/CL00001 through http://www.mayoclinic.com. Accessed July 2008.

American Heart Association. What Your Cholesterol Level Means. (April 7, 2008). Available online at http://216.185.112.5/presenter.jhtml?identifier=183#HDL through http://216.185.112.5. Accessed July 2008.

Clarke, W. and Dufour, D. R., Editors (2006). Contemporary Practice in Clinical Chemistry, AACC Press, Washington, DC. Pp252-253.

Fontes usadas em revisões anteriores

Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

American Heart Association. "What are healthy levels of cholesterol?" Article available online at http://216.185.112.5/presenter.jhtml?identifier=183