Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em
26 de Maio de 2018.

O que é

O perfil hepático, também conhecido como testes de função hepática, é usado para detectar, avaliar e acompanhar doenças hepáticas ou lesões hepáticas. Geralmente é composto por sete testes realizados ao mesmo tempo com uma amostra de sangue:

  •  Bilirrubinas total e direta – Há dois testes para bilirrubina frequentemente usados em conjunto (especialmente se o indivíduo apresenta icterícia): a bilirrubina total mede toda a bilirrubina no sangue; a bilirrubina direta mede a forma que é conjugada (combinada a outro composto) no fígado.
  •  Albumina – Mede a principal proteína sintetizada pelo fígado e revela se ele está ou não sintetizando uma quantidade normal dessa proteína.
  •  Proteínas totais – Mede, além da albumina, todas as demais proteínas do sangue, incluindo anticorpos produzidos para auxiliar no combate às infecções.

Outros testes que podem ser solicitados junto com o perfil hepático são gama-glutamil transferase (GGT), desidrogenase láctica (DHL), e tempo de protrombina (TP).

Quando esses exames devem ser solicitados?

Quando houver sintomas que levem a suspeita de alguma doença hepática, como icterícia, urina escura ou fezes claras; náusea, vômitos e/ou diarreia; perda de apetite; vômito de sangue; fezes muito escuras ou com sangue vivo; inchaço ou dor abdominal; alteração incomum no peso; ou fadiga ou falta de energia. Um ou mais desses testes podem ser solicitados quando um indivíduo foi ou pode ter sido exposto a vírus causador de hepatite; tem história familiar de doença hepática; consome bebidas alcoólicas em excesso; ou está usando medicamento que possa causar lesão hepática.

Muitos pacientes com doença hepática inicial leve a moderada apresentam poucos ou nenhum desses sintomas. A doença hepática pode ser descoberta com um teste realizado como parte de exame físico de rotina, que geralmente inclui um grupo de 14 exames denominado perfil metabólico abrangente (CMP). A maioria dos testes incluídos no perfil hepático (todos, exceto bilirrubina direta) está no CMP. Quando se detecta doença hepática em CMP sanguíneo, ela pode ser acompanhada ao longo do tempo com o perfil hepático.

Fontes do artigo

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.

Pagana K, Pagana T. Mosby's Manual of Diagnostic and Laboratory Tests. St. Louis: Mosby; 1998.