Também conhecido como
ZPP
ZP
Protoprofirina Eritrocitária Livre
PEL
Razão ZPP/Heme
Nome formal
Zinco Protoporfirina
Este artigo foi revisto pela última vez em
Este artigo foi modificado pela última vez em
25 de Maio de 2018.
De relance
Por que fazer este exame?

Para triagem e monitoração de exposição crônica ao chumbo. Para detectar deficiência de ferro em crianças.

Quando fazer este exame?

Quando o indivíduo foi cronicamente exposto ao chumbo, como parte de um programa de monitoração de exposição ao chumbo e/ou quando o médico suspeitar de intoxicação por chumbo. Como parte de um programa de triagem para deficiência de ferro em crianças e adolescentes.

Amostra:

Uma amostra de sangue é coletada de uma veia do braço ou por punção no dedo.

É necessária alguma preparação?

Nenhum preparo é necessário.

     

O que está sendo pesquisado?

Este exame mede o nível de zinco protoporfirina (ZPP) no sangue. A ZPP está normalmente presente nos glóbulos vermelhos, em pequenas quantidades, mas seu valor pode aumentar em indivíduos com intoxicação por chumbo e deficiência de ferro. Para entender como isso acontece, é necessário saber primeiro sobre o heme.

O heme é um componente essencial da hemoglobina, a proteína nos glóbulos vermelhos que transporta o oxigênio dos pulmões para os tecidos e células do corpo. A formação do heme ocorre em várias etapas, que finalizam com a inserção de um átomo de ferro no centro de uma molécula denominada protoporfirina. Se não houver ferro suficiente disponível, como na deficiência de ferro, ou se a inserção do ferro for inibida, como na intoxicação por chumbo, a protoporfirina irá se ligar ao zinco, em vez do ferro, formando zinco protoporfirina. A ZPP não tem utilidade para os glóbulos vermelhos, pois não pode se ligar ao oxigênio.

A ZPP pode ser dosado (medido) em uma das seguintes maneiras:

  • O exame de protoporfirina eritrocitária livre (PEL) mede tanto a ZPP, que corresponde a 90% das protoporfirinas nos glóbulos vermelhos, quanto às protoporfirinas livres, que não estão ligadas ao zinco.
  • A razão ZPP/heme mostra a proporção de ZPP comparada ao heme normal com ferro nos glóbulos vermelhos.

Como a amostra é obtida para o exame?

Para medir a protoporfirina eritrocitária livre (PEL), uma amostra de sangue é retirada de uma veia do braço. Para determinar a razão ZPP/heme, uma gota de sangue de uma punção no dedo é colocada em um instrumento denominado hematofluorômetro. Este mede a fluorescência de ZPP e relata sua quantidade por número de moléculas heme. Uma vez que é necessária apenas uma gota de sangue, este exame é bastante adequado para triagem em crianças.

NOTA: Se exames médicos em você ou em alguém importante para você o deixam ansioso ou constrangido, ou se você tem dificuldade de lidar com eles, leia um ou mais dos seguintes artigos: Lidando com dor, desconforto ou ansiedade durante o exame, Conselhos sobre exames de sangue, Conselhos para ajudar crianças durante exames médicos, e Conselhos para ajudar idosos durante exames médicos.

Outro artigo, Siga essa amostra, fornece uma visão da coleta e do processamento de uma amostra de sangue e de uma amostra de cultura da garganta.

É necessário algum preparo para garantir a qualidade da amostra?

Não é necessário preparo para o exame

Accordion Title
Perguntas frequentes
  • Como o exame é usado?

    O exame de zinco protoporfirina (ZPP) é pedido principalmente para auxiliar a detectar deficiência de ferro em crianças e para verificar e monitorar exposição crônica ao chumbo em adultos.

    Para avaliar a exposição crônica ao chumbo é solicitado ZPP em conjunto com uma dosagem do nível de chumbo. Pessoas que trabalham com produtos que contêm chumbo e moradores de casas antigas podem estar em risco de desenvolver intoxicação por chumbo. Isto porque ele pode ser ingerido ou inalado. Indivíduos que inalam poeira contendo chumbo, o manuseiam diretamente e se alimentam em seguida, ou, no caso de crianças, que comem lascas de tinta que contêm chumbo (comum em casas construídas antes de 1960) podem apresentar elevados níveis de chumbo e ZPP no organismo.

    O Ministério da Saúde recomenda o uso de exames de ZPP e que sejam eles realizados para a dosagem de chumbo e para monitorar a exposição do trabalhador a esse metal. Ambos os exames são necessários, pois o ZPP não irá refletir a exposição recente ou aguda ao chumbo e não se altera rapidamente quando a fonte de exposição é removida. O ZPP é o melhor exame para detecção da exposição média do indivíduo ao chumbo nos últimos 3 a 4 meses.

    O ZPP não é sensível o suficiente para ser usado como exame de triagem para crianças, uma vez que os valores não alcançam as concentrações de chumbo que ultrapassam os limites aceitáveis. Nos Estados Unidos, as concentrações máximas consideradas seguras em crianças foram fixadas em níveis muito baixos pelos Centers for Disease Control and Prevention (CDC) para minimizar o impacto negativo da exposição ao chumbo em seu desenvolvimento. Nesta faixa etária, os exames que medem o nível de chumbo no sangue devem ser realizados para detectar a exposição ao metal.

    Em crianças, a razão ZPP/heme às vezes é solicitada como indicador precoce de deficiência de ferro. Um aumento na razão ZPP/heme é um dos primeiros sinais de armazenamento insuficiente de ferro e, ficará elevado na maioria dos jovens, antes que os sinais ou sintomas de anemia estejam presentes. Um exame do estado do ferro mais especifico é necessário para confirmar sua deficiência.

  • Quando o exame é pedido?

    O ZPP pode ser solicitado em conjunto com exame de chumbo quando há suspeita de exposição crônica a este metal. Os sinais e sintomas de intoxicação por chumbo incluem:

    • Pressão arterial elevada
    • Dormência e/ou formigamento nas mãos e pés
    • Perda da memória, alterações no humor
    • Fraqueza
    • Dor abdominal
    • Dores de cabeça

    O exame pode realizado quando um funcionário participa de programa ocupacional de monitoramento de chumbo ou quando o indivíduo tem uma atividade que o coloca em contato frequente com chumbo, como o trabalho com vitrais.

    A razão ZPP/heme pode ser solicitada como exame de triagem para deficiência de ferro em crianças e adolescentes ou quando há suspeita de deficiência de ferro. Alguns sintomas dessa deficiência incluem:

    • Fadiga crônica/cansaço
    • Tonturas
    • Fraqueza
    • Dores de cabeça

    Se a anemia por deficiência de ferro for grave, o indivíduo sentirá falta de ar, tonturas, dor no peito, dores de cabeça e nas pernas. As crianças podem desenvolver deficiência (cognitiva) de aprendizado. Além dos sintomas gerais de anemia, existem outros que são característicos da deficiência de ferro. Entre eles: vontade de comer alcaçuz, giz, terra ou barro, sensação de queimação na língua ou língua lisa, feridas nos cantos da boca e unhas em forma de colher.

  • O que significa o resultado do exame?

    A concentração de ZPP no sangue normalmente é baixa. O aumento indica uma interrupção na produção normal do heme, mas a causa não é tão específica. As principais razões para aumento da ZPP são deficiência de ferro e intoxicação por chumbo.

    É importante que os níveis de ZPP sejam avaliados no contexto do histórico do paciente, achados clínicos e resultados de outros exames, como ferritina, chumbo, e hemograma completo (HC). É possível que o paciente tenha tanto deficiência de ferro quanto intoxicação por chumbo.

    Nos casos de exposição crônica ao chumbo, a ZPP reflete o nível médio desse metal nos últimos 3 a 4 meses. No entanto, a quantidade de chumbo atualmente presente no sangue e a carga no corpo (quantidade nos órgãos e ossos) não podem ser determinadas pelo exame. Os valores para ZPP se elevam mais lentamente do que as concentrações de chumbo no sangue após a exposição e levam mais tempo para cair depois que esta termina.

    O aumento na razão ZPP/heme nas crianças é mais frequentemente provocado pela deficiência de ferro. A diminuição da razão ZPP/heme após suplementação com ferro provavelmente indicará aumento na disponibilidade deste metal.

  • Há mais alguma coisa que eu devo saber?

    A ZPP pode estar elevada em doenças/estados clínicos inflamatórias, infecções e em pacientes com anemia de doença crônica, mas não é normalmente usada para monitorá-las. Níveis bastante elevados de ZPP são observados em duas doenças hereditárias, a protoporfiria e a porfiria eritropoiética congênita (ver Porfiria). Ambas são muito raras e apresentam sintomas relacionados à pele (sensibilidade extrema à luz do sol). 

    Dependendo do método usado para o exame de ZPP, níveis elevados de outras substâncias no sangue, como bilirrubina e riboflavina, podem produzir resultados falso positivos. Se a amostra não for protegida da luz antes do exame, podem ocorrer valores falsamente baixos.

     

  • Além dos níveis de ZPP e chumbo, quais outros exames o médico pode solicitar para monitorar a exposição ao chumbo?

    Se o indivíduo trabalha em um ambiente onde é frequentemente exposto ao chumbo, o médico solicitará os seguintes exames para avaliar os rins e a produção de glóbulos vermelhos:

  • Todas as pessoas deveriam realizar exames para ZPP?

    Não. Este exame será realizado apenas em adulto com suspeita de exposição crônica ao chumbo, ou como triagem para detectar deficiência de ferro em crianças

Fontes do artigo

NOTA: Este artigo se baseia em pesquisas que incluíram as fontes citadas e a experiência coletiva de Lab Tests Online Conselho de Revisão Editorial. Este artigo é submetido a revisões periódicas do Conselho Editorial, e pode ser atualizado como resultado dessas revisões. Novas fontes citadas serão adicionadas à lista e distinguidas das fontes originais usadas.                                        

 

S1
Thomas, Clayton L., Editor (1997). Taber’s Cyclopedic Medical Dictionary. F.A. Davis Company, Philadelphia, PA [18th Edition].

S2
Pagana, Kathleen D. & Pagana, Timothy J. (2001). Mosby’s Diagnostic and Laboratory Test Reference 5th Edition: Mosby, Inc., Saint Louis, MO.

S3
Porphyrins, Blood and Serum [3 paragraphs]. ARUP’s Guide to Clinical Laboratory Testing [On-line information]. Available FTP: http://www.arup-lab.com/guides/clt/tests/clt_143b.jsp#1145040

S4
(2000 May 19, Revised). The Interaction of Iron and Erythropoietin [17 paragraphs]. Information Center for Sickle Cell and Thalassemic Disorders [On-line information]. Available FTP: http://sickle.bwh.harvard.edu/iron_epo.html

S5
Iron Metabolism Disorders [21 paragraphs]. ZPP Hematofluorometer. AVIV Biomedical [On-line information]. Available FTP: http://www.avivbiomedical.com/Pages/IRON%20METAB.html

S6
Staudinger, K. and Roth, V. (1998 February 15). Occupational Lead Poisoning [ paragraphs]. American Family Physician [On-line journal]. Available FTP: http://www.aafp.org/afp/980215ap/stauding.html

S7
Labbe, R., et. al. (1987). Zinc protoporphyrin. Past, present, and future [1 paragraph]. Annals of the New York Academy of Sciences, vol 514 (1) [Abstract]. Available FTP: http://www.annalsnyas.org/cgi/content/abstract/514/1/7

S8
Mei, Z., et. al. (2003). Erythrocyte protoporphyrin or hemoglobin: which is a better screening test for iron deficiency in children and women? [25 paragraphs]. American Society for Clinical Nutrition, AM J Clin Nutr 2003;77:1229-33 [On-line information]. Available online as PDF

S9
Roh, Y., et. al. (2000). Zinc Protoporphyrin IX Concentrations between Normal Adults and the Lead-Exposed Workers Measured by HPLC, Spectrofluorometer, and Hematofluorometer [40 paragraphs]. Industrial Health 2000, 38, 372-379. [On-line journal]. Available FTP: http://www.niih.go.jp/en/indu_hel/2000/pdf/IH38_48.pdf

S10
The Heme Biosynthetic Pathway [22 paragraphs]. The Merck Manual of Diagnosis and Therapy. [On-line information]. Available FTP: http://www.merck.com/mrkshared/mmanual/section2/chapter14/14a.jsp

S11
Lead Poisoning [18 paragraphs]. The Merck Manual of Diagnosis and Therapy. [On-line information]. Available FTP: http://www.merck.com/mrkshared/mmanual/section19/chapter263/263b.jsp

S12
DiGuiseppi, C. (1996). Guide to Clinical Preventive Services, Second Edition Metabolic, Nutritional, and Environmental Disorders Screening for Elevated Lead Levels in Childhood and Pregnancy, Recommendation [ paragraphs]. U.S. Preventive Services Task Force. Guide to Clinical Preventive Services, 2nd Edition. Washington, DC: U.S. Department of Health and Human Services, Office of Disease Prevention and Health Promotion, 1996. [On-line information]. Available FTP: http://cpmcnet.columbia.edu/texts/gcps/gcps0033.html

S13
(60 FR 52856, Oct. 11, 1995; 63 FR 1152, Jan. 8, 1998) Regulations (Standards - 29 CFR), Employee standard summary - 1910.1025 App B [48 paragraphs]. U.S. Department of Labor, Occupational Safety & Health Administration (OSHA) [Current on-line Regulation Standard for Lead Exposure]. Available online

S14
(57 FR 26627, May 4, 1993, as amended at 58 FR 34218, June 24, 1993). Regulations (Standards - 29 CFR), Medical Surveillance Guidelines - 1926.62 App C [ paragraphs]. U.S. Department of Labor, Occupational Safety & Health Administration (OSHA) [Current on-line Regulation Standard for Lead Exposure]. Available online

S15
Labbe, R., et. al. (1999). Observations on the Zinc Protoporphyrin/Heme Ratio in Whole Blood [11 paragraphs]. Clinical Chemistry, Technical Briefs 45:146-148 [On-line journal]. Available FTP: http://www.clinchem.org/cgi/content/full/45/1/146

S16
Labbe, R., et. al. (1999). Zinc Protoporphyrin: A Metabolite with a Mission [55 paragraphs]. Clinical Chemistry 45:2060-2072 [On-line journal]. Available FTP: http://www.clinchem.org/cgi/content/full/45/12/2060

S17
CDC: Preventing Lead Poisoning in Young Children

S18
Wu, A. (2006). Tietz Clinical Guide to Laboratory Tests, Fourth Edition. Saunders Elsevier, St. Louis, Missouri. Pp 1154-1156.

S19
(1993 June 24, Amended). Regulations (Standards - 29 CFR) Medical Surveillance Guidelines - 1926.62 App C [ 79 paragraphs]. OSHA (Occupational Safety & Health Administration Medical Surveillance Guidelines [On-line information]. Accessed on: 8/16/07. Available FTP: http://www.osha.gov/pls/oshaweb/owadisp.show_document?p_table=STANDARDS&p_id=10644

S20
(2006 July). Comparative Effectiveness of Zinc Protoporphyrin and Hemoglobin Concentrations in Identifying Iron Deficiency in a Group of Low-Income, Preschool-Aged Children: Practical Implications of Recent Illness [39 paragraphs]. Pediatrics v118(1). [On-line information]. Accessed on: 8/18/07. Available FTP: http://pediatrics.aappublications.org/cgi/content/abstract/118/1/224

S21
Rettmer, R. et. al., (1999 September 3). Zinc Protoporphyrin/Heme Ratio for Diagnosis of Preanemic Iron Deficiency [30 paragraphs]. Pediatrics v104 (3). [On-line information]. Accessed on: 8/16/07. Available FTP: http://pediatrics.aappublications.org/cgi/content/full/104/3/e37

S22
(© 2007). Zinc Protoporphyrin (ZPP), Whole Blood [7 paragraphs]. ARUP’s Laboratory Test Directory [On-line information]. Accessed on: 8/18/07. Available FTP: http://www.aruplab.com/guides/ug/tests/0020605.jsp

S23
(© 2007). Protoporphyrin, Free Erythrocyte, and Zinc Protoporphyrin [6 paragraph]. LabCorp Test Information [On-line information]. Accessed on: 8/18/07. Available FTP: http://www.labcorp.com/datasets/labcorp/html/chapter/mono/bm007100.htm

S24
Dombeck TA and Satonik RC. The Porphyrias. Emergency Medicine Clinics of North America. Volume 23, Issue 3, Pages 885-899.

S25
Arup Laboratories. Test Directory: Zinc Protoporphyrin (online information, accessed October 2007). Available online: http://www.aruplab.com/guides/ug/tests/0020605.jsp

S26
Quest Diagnostics. Test Menus: Zinc Protoporphyrin (online information, accessed October 2007). Available online